EUA e a velha desculpa de sempre…

militar

Mais uma vez estamos prestes a ver os EUA iniciarem mais uma intervenção militar em um país do Oriente Médio sob a mesma velha desculpa das armas de destruição em massa, e dessa vez temos até provas de que as armas químicas realmente foram utilizadas no conflito entre o governo de Bashar Al-Assad e os rebeldes sírios, com vídeos das vítimas de um ataque com gás sarin (supostamente) realizado pelas forças do governo.

No começo desse ano o presidente Obama havia traçado uma “linha vermelha” quanto ao uso de armas químicas no conflito sírio, dizendo que se alguém as usasse os EUA iriam intervir para acabar com o conflito e punir os crimes de guerra.
O ataque com gás seria a desculpa/motivo perfeita para a intervenção militar estadunidense, levando a democracia e a justiça para as terras do Oriente Médio mais uma vez. É… mais uma vez a mesma história, a mesma certeza da presença das armas de destruição em massa de Saddam no Iraque que justificaram a invasão estadunidense em 2003, a mesma história repetida mais uma vez.
Ah, mas dessa vez houve mesmo um ataque, todo mundo viu! Sim, é verdade, mas ninguém ainda provou quem lançou o ataque. De acordo com o relatório do congresso dos EUA, não há dúvidas de que foram as forças do governo de Bashar Al-Assad, eles só não dizem quais são essas provas tão incontestáveis que foram levantadas.
Na verdade, o que eles esquecem de apontar são algumas dúvidas que apareceram pelo caminho das investigações. Por exemplo, as bombas utilizadas parecem ter sido feitas de forma improvisada, dispositivos quase artesanais de dispersão do gás, tipicamente utilizadas por grupos rebeldes. Ok, o exército sírio também utiliza esses dispositivos com uma certa frequência, mas ao lidar com um material tão volátil quanto uma arma química, e tendo a possibilidade de usar recursos mais confiáveis, seria pouco provável que optassem pela bomba caseira.
Outro ponto são os soldados do exército sírio que também foram atingidos pelo gás no interior de túneis, poxa, será que esqueceram que ainda tinham soldados ali, ou o gás saiu pela culatra?
Além disso tem a questão do número de vítimas, que de acordo com o relatório dos EUA passava de 1400 enquanto o relatório da Cruz Vermelha e dos Médicos Sem Fronteiras colocava o número na casa de 350 vítimas atingidas pelo gás.
Não estou querendo dizer que o ataque foi feito pelos rebeldes, nem que não foi feito pelo governo sírio, só quero apontar que a história ainda está muito mal contada, e com o histórico dos EUA em construir justificativas mirabolantes para dar uma de justiceiro global e (tentar) reafirmar sua hegemonia geopolítica (que já nem é tão hegemônica assim), fico com os dois pés atrás nessa história.
Pelo menos dessa vez o congresso não conseguiu o apoio popular nos EUA, nem no G20, nem no Conselho de Segurança da ONU e o presidente Obama resolveu, ao que tudo indica, esperar pelo relatório das Nações Unidas antes de tomar uma atitude, afinal, depois das revelações de Snowden sobre a espionagem estadunidense, a moral do “país mais poderoso do Ocidente” não anda muito boa, e começar mais uma guerra não ia ficar bem no currículo do Nobel da Paz.

Pra ajudar, o porta-voz da Casa Branca John Kerry comete uma gafe atrás da outra em suas declarações, e na última segunda-feira, ao afirmar a clara intenção dos EUA de atacar a Síria para enfraquecer, e até derrubar o governo de Assad, apenas abriu espaço para as manifestações de veto direto da China e da Rússia à essa investida, e o posicionamento da ONU de que só dará seu parecer e seu aval (ou não) depois do resultado das investigações de seus inspetores internacionais, o que não tem previsão de quando será concluída, e pode muito bem não apontar o governo sírio como responsável pelo ataque de 21/08.

Nos resta agora ficar de olho e esperar para ver o que acontece nos próximos episódios dessa novela (cada vez mais com cara de dramalhão mexicano)…

assinatura_diego
Anúncios

Tags:, , ,

One response to “EUA e a velha desculpa de sempre…”

  1. Diego says :

    A guerra alimenta a economia…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: