Proscrastinação

Proscrastinação

   Procrastinação, taí um daqueles palavrões feios e difíceis que a gente não ouve todo dia, e quando ouve pela primeira vez não faz a menor ideia do que quer dizer e fica pensando que deve ter a ver com alguma doença ou tratamento médico daqueles bem complicados e de preferência dolorosos, mas na verdade procrastinação é algo que todo mundo fez, ou faz, alguns mais que outros, com certeza, mas todo mundo já procrastinou, eu inclusive, tenho procrastinado bastante.

   De acordo com nosso amigo Aurélio, procrastinação é o ato de procrastinar (boa! Essa ajudou bastante!), ou seja, de adiar, delongar, enfim, enrolar, perder tempo com coisas banais enquanto você devia estar fazendo alguma coisa mais importante, quer um exemplo prático?

   Outro dia me dei conta que o prazo final para entregar os trabalhos do mestrado estava se aproximando rápido demais e, se eu não começasse logo a trabalhar, não terminaria a tempo. Então resolvi tirar um dia para me dedicar só a isso, me trancar no escritório, sentando no computador, com minhas anotações, até terminar o bendito trabalho.

   Acordei bem cedo com o celular tocando aquela música familiar do despertador às nove horas da manhã… Tá legal, isso não é BEM cedo, mas na noite anterior fui dormir depois das duas horas da manhã por um motivo nobre: fiquei assistindo os dois últimos episódios de Game of Thrones com minha companheira, okay, pode não ser um motivo tão nobre assim, mas não dá para assistir o episódio nove e ir dormir sem assistir o dez! … Mas enfim voltando ao assunto:

   Como eu disse, acordei às nove horas da manhã, e, depois de enrolar um pouco com o modo soneca do celular avisando que o tempo passava, estava pronto para um dia de pura dedicação intelectual, é claro que para isso era importante começar bem com um bom café da manhã, então eu e a Carol, minha já citada companheira, preparamos um café e alguns pães e nos sentamos na frente da TV da sala, só para assistir alguma coisa enquanto comíamos para relaxar um pouco a mente antes de pegar firme no trabalho.

   Estava passando uma dessas séries antigas de comédia que já foi cancelada há anos, mas continua sendo reprisada constantemente em horários alternativos (tipo nove horas da manhã!) e como já passava da metade do episódio quando terminamos o café resolvi assistir até o final para matar a curiosidade e não ficar viajando na hora de fazer o trabalho, afinal eu precisava de concentração para escrever bem.

   Lá pelas dez da manhã, quando finalmente acabou o seriado e já tinha tomado meu café, fui para o escritório, peguei minhas anotações e levei para a escrivaninha, sentei decidido, liguei o computador e abri o Word.

   Depois de uns dez minutos olhando para a tela em branco, sem conseguir escrever um parágrafo decente, percebi que o escritório estava meio bagunçado e pensei que esse poderia ser o motivo da falta de produtividade, então resolvi organizar o lugar primeiro, para enfim poder trabalhar direito.

   Depois de mais ou menos uma hora, o escritório estava perfeitamente em ordem e limpo, tudo no seu devido lugar, canetas, rascunhos, cadernos e livros posicionados para as minhas possíveis consultas, agora sim tudo pronto.

   Mas, já eram onze horas e eu havia deixado para lavar a louça antes do almoço, então achei melhor cumprir com minhas tarefas domésticas antes de começar o trabalho para não ter que parar no meio e perder a linha de raciocínio. Com a louça lavada fui ajudar a Carol com o almoço e sentamos novamente na frente da TV para assistirmos alguma coisa enquanto comíamos afinal depois do almoço eu teria a tarde toda para me dedicar ao trabalho.

   Sentei no computador mais ou menos uma e quinze e achei melhor tirar uns quinze minutos para conferir meu e-mail antes de começar o trabalho, só para não ter a tentação de parar no meio do trabalho para isso. Conclusão: uma hora mais tarde, depois de colher meu Farmville, assistir uns vídeos toscos enviados por amigos e conferir as ofertas de compra coletiva, que eu sabia desde o início que não compraria, finalmente voltei para o Word.

   Depois de uma meia hora escrevendo e apagando e reescrevendo o mesmo parágrafo percebi que minhas anotações estavam confusas e desordenadas, então resolvi organizá-las de outra forma, já pensando na ordem que eu iria usá-las, assim com certeza o trabalho iria render bem mais.

   Consegui arrumar minhas anotações e, agora sim, estava pronto para começar, mas estava começando a anoitecer e esfriar, então achei melhor tomar um banho primeiro para já ficar pronto agora e não precisar de nenhuma interrupção depois.

   Quando saí do banho resolvi fazer um chá porque eu sempre sou mais produtivo na hora de escrever se tenho uma bebida quente do meu lado. Quando fui para a cozinha vi que precisaria comprar algumas coisas para fazer a janta. Terminei o chá e fomos ao mercado comprar o que estava faltando.

   Acabamos demorando mais do que o previsto, porque nos lembramos de outras coisas que precisávamos para a casa e, no fim, o caixa rápido não estava tão rápido assim.

   Chegando em casa, fomos logo fazer a janta e mais uma vez assistir um pouco de TV enquanto comíamos, porque agora com tudo organizado ia ser rápido para concluir o trabalho.

   Finalmente, dessa vez, com tudo terminado, voltei para o computador, resolvi dar uma ultima checada no meu e-mail, só para desencargo de consciência antes de continuar, ou melhor, de começar o trabalho. Entre vários e-mails inúteis estava um com a seguinte mensagem: “Responda a uma pesquisa e concorra a um iPad 2! São Apenas 5 minutos”, com isso pensei “Por que não? Cinco minutos não vão me atrapalhar!”

   Quase uma hora depois, quando finalmente terminei a pesquisa abri novamente o Word, dessa vez com vontade, pronto para terminar o trabalho e ir dormir com a certeza da missão cumprida, determinado a cair de cabeça naqueles textos. Até que bati os olhos no relógio, e vi que já eram quase onze horas da noite, estava muito tarde para começar, aí eu teria que parar no meio e retomar no dia seguinte e poderia perder completamente a linha de raciocínio, além disso, ia passar um filme excelente daqui a pouco!

   Enfim achei melhor deixar para amanhã, assim eu poderia acordar mais cedo e não teria nenhum contratempo dessa vez, iria me dedicar exclusivamente ao trabalho. Desliguei o computador e fui para a sala assistir TV, mais uma vez.

   …Isso é um dia de procrastinação! Mas você deve estar pensando: “tudo bem, no dia seguinte você fez o trabalho, não fez?” Então… O dia seguinte era domingo, o filme acabou duas horas da manhã, aí ia passar Fórmula 1 e eu queria ir ao cinema, então resolvemos ir mais cedo para comer um lanche e depois…

Anúncios

Tags:, ,

About Diego Coletti Oliva

Sou apenas um jovem estudante de Ciências Sociais, tentando ainda formar minha própria opinião sobre as coisas. Sem pretensões de fama e sucesso, apenas em busca de consciência.

2 responses to “Proscrastinação”

  1. Carolina Ribeiro says :

    Amado! Não poderia descrever melhor nossa rotina, hahaha! Realmente a procrastinação nos envolve e ficamos até desnorteados, e muitas vezes culpados, nem só de alegrias vive um procrastinador.

    Adoro esse texto! Excelente mesmo!
    Amo você!
    Bjos

  2. Gabriel Alarcon Madureira says :

    Vocês acham que eu deixaria de comentar ou até mesmo ler, um texto sobre Procrastinação? Eu li o texto e ia comentar, mas decidi tomar o café da manhã primeiro e depois… rsrs Brincadeira. Diegão, parabéns pelo texto, muito bom de ler e você conseguiu que suas palavras fluíssem super bem, deu para visualizar exatamente cada passo, ainda mais eu, que conheço o apartamento de vocês, o escritório, o BIG… hauhau demais!! Abraços”!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: