Redes Sociais e a Digitorréia

Redes Sociais e a Digitorréia

Faz algum tempo tenho observado e me incomodado, não só com os outros, mas comigo mesma, no uso das redes sociais.  Não sei qual o fenômeno que nos que nos leva a escrever sem ao menos pensar duas vezes.

Procurei artigos na internet para compreender melhor sobre essa temática, mas a maioria dos que encontrei foram sobre exposição do corpo, muitos deles tão conservadores e extremistas que não dava para tirar ideias. O que quero problematizar aqui é sobre a nossa exposição verbal, como nossos posts, em um espaço tão pequeno para escrita, parecem cada vez mais impensados, grosseiros e ainda mais preconceituosos.

Talvez tenhamos a ideia, de que ninguém lê nossos posts, porque muitas vezes me pego pensando: “Ah vou postar essa porcaria porque ninguém vai ler mesmo!”, mas como nós nos damos ao trabalho de passar horas e horas rolando a página do Facebook ou Twitter lendo todo e qualquer post, compartilhando o que nos faz rir ou indignar, as pessoas do outro lado, nos outros computadores, também se dão a esse trabalho!

Eu não quero que esse texto vire uma lista sobre os 10 sinais de vícios nas redes sociais, propondo que as pessoas se LIBERTEM disso. Não mesmo! Eu adoro redes sociais e sempre sou uma das primeiras entre meu grupo de amigos a me inscrever em toda e qualquer rede social que aparece, claro que não utilizo nem metade delas, mas tenho todas. Muito menos quero me colocar como “exemplo de conduta” nas redes, porque já me vi em muitas enrascadas pelas minhas palavras escritas e não pensadas.

Mas é justamente esse fenômeno de escrever e não pensar que quero problematizar com vocês. O que nos faz escrever sem pensar? O que nos faz postar coisas totalmente preconceituosas, de forma não velada, mas direta e ofensiva? O que nos leva a fazer campanhas pela morte ou tragédia do outro, não em forma de apoio, mas achando super MERECIDO o sofrimento alheio? Talvez devêssemos adotar uma política de antes de postar ou retwittar ou compartilhar qualquer coisa, reler em voz alta e ver como soam nossas frases aos nossos ouvidos, porque muitas vezes, após passado o momento de raiva conseguimos perceber o quanto fomos infelizes em nossos comentários.

Vejo o quão importante são as redes sociais para os movimentos e levantes populares, e acho que essa possibilidade de regular o timing dos protestos traz muitos benefícios e impulsos para as lutas sociais, contudo indiferente do papel importante das redes sociais estou questionando o nosso papel enquanto indivíduos usuários e viciados nesses espaços de convivência.

O que faz com que nos exponhamos verbalmente sem ao menos pensar sobre o que postamos? É a possibilidade de se expressar nos acessos de raiva? Ou será que estamos com um estado de raiva permanente em nossos espíritos? Ou é uma forma de extravasarmos o controle civilizador, como diria Elias*, e expressar nossas pulsões fortalecendo as rupturas e rumando para uma nova fase do comportamento social?

Agora além de verborreia temos uma nova modalidade de “falar sem pensar”: a digitorréia?

E, para encerrar, que tal seguirmos o que disse uma vez Abraham Lincoln: “É melhor calar-se e deixar que as pessoas pensem que você é um idiota, do que falar e acabar com a dúvida”.

*ELIAS, Norbert. O processo civilizador. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., vol 2, 1994

Anúncios

Tags:, , ,

3 responses to “Redes Sociais e a Digitorréia”

  1. Lara says :

    arrasou Carol!!!

    Fico a pensar o mesmo as vezes…de tanto pensar, penso em sair das redes, mas nunca tenho coragem.

    tenho notado tbm como a rede tem contribuído não para unir pessoas, mas para separar. sabe, algo do tipo: ah, fulano tá aqui mesmo, to vendo o que ele posta, logo, estou perto dele….quando, na verdade, o que ocorre é o contrário….sobre isso tem um livro da Sherry Turkle que chama Alone Together, onde ela diz exatamente, como estamos cada vez mais sós, mesmo estando juntos!!!Estranho, no mínimo, né?

    bjos flor

  2. jcs says :

    Gostei muito desse blog vou indicar para meus amigos conteudo de primeira qualidade.

    Gostaria de deixar uma pergunta aos amigos Alguem já conceguiu criar uma conta no Thefoor.
    http://www.thefoor.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: