Enchentes, Carnaval e Olimpíadas

Por Tiago Pereira

Mais uma vez a história se repete e o Brasil sofre com o poder devastador das chuvas que castigam o país em todo começo de ano. O domínio dos noticiários fica por conta da região serrana do estado do Rio de Janeiro, que protagoniza uma das maiores catástrofes da história do país, mostrando mais uma vez que a natureza não difere classes sociais, visto que alguns condomínios de luxo daquela região estão embaixo d’água.

Mais uma vez a história se repete e o povo brasileiro chora a vida de inúmeros inocentes, vítimas da irresponsabilidade de seus governantes. Será que não aprendemos com o desastre em Santa Catarina em 2008? Será que não aprendemos com os casos de Angra dos Reis e do Morro do Bumba em 2010? Será que não aprendemos com os inúmeros casos em São Paulo que acontecem todos os anos? Parece que ao invés de aprendermos estamos nos acostumando com esse tipo de tragédia, como se fosse normal famílias inteiras desaparecerem da noite para o dia, como se fosse bonito assistirmos aos sobreviventes que perderam tudo levantarem suas mãos aos céus para agradecerem por estarem vivos. Isso não é normal e nem um pouco bonito.

Todo ano é a mesma coisa, o povo mostrando o quanto é solidário enquanto os políticos empurram a sujeira para debaixo do tapete. Afinal, logo mais tem carnaval e o país tem que estar um “brinco”, do jeito que os gringos gostam, com muita bebida, cocaína e mulatas semi nuas e seus bailados de sereia. Mais uma vez o povo vai sofrer calado e dançar conforme a música, no caso, conforme o samba enredo, enquanto os políticos duplicam seus salários fingindo que se preocupam com a gente, utilizando a desgraça alheia para se promoverem.

Mas nem tudo é água nesses tempos de lágrimas, existe um Sol que brilha no final desse túnel lamacento, um Sol chamado Olimpíadas. O maior evento esportivo do mundo não está nem perto de acontecer e já está “promovendo” muita gente. Políticos, dirigentes e alguns atletas oportunistas são apenas alguns que estão se aproveitando de todo esse oba-oba em cima do evento que acontecerá em 2016. Mas pode ter certeza que muitos outros ainda virão mordiscar uma fatia desse bolo, afinal, a grana é alta e tem pra todo mundo.

É claro que eventos como a Copa do Mundo e as Olimpíadas trazem aspectos positivos para o país. Investimentos em segurança, transporte e infra-estrutura são necessários e com o fim das competições o que foi feito de bom permanece. Isso sem contar o dinheiro que gira com o turismo. Mas isso funciona no primeiro mundo, em lugares onde a corrupção é nula, ou quase, não aqui no Brasil. Um país onde tirar vantagem e fazer falcatrua é herança desde os tempos de colônia. Não dá pra levar a sério um país que não se leva a sério.

Não dá pra ser a favor de eventos dessa magnitude serem realizados no Brasil. Não enquanto vemos pessoas morrendo vítimas das enchentes que acontecem todo ano. Não enquanto vemos escolas sucateadas com professores mal remunerados e cada vez menos motivados. Não enquanto o tráfico levar vantagem sobre a polícia. Não enquanto brasileiros desempregados precisarem buscar no lixo o seu sustento.

Talvez não haja nada que possamos fazer a respeito, pelo menos não enquanto o país for comandado por sanguessugas. Mas talvez nós possamos fazer um país melhor começando por nós mesmos, através de atitudes gentis com nossos próximos, oferecendo um lugar aos mais velhos dentro do ônibus, sendo mais pacientes no trânsito, não furando filas nem jogando lixo nas ruas. Coisas que parecem banais, mas que muita gente deixa de fazer, e que fazem toda a diferença. É simples, vale a pena experimentar. Ajudar alguém ou simplesmente oferecer um gesto de carinho pode mudar o seu dia e, principalmente, pode mudar o dia de uma outra pessoa que talvez já tivesse perdido a esperança.

Porém, isso depende de cada um de nós. Não adianta eu ficar aqui falando o que cada um deve ou não fazer, eu procuro fazer a minha parte, falho muitas vezes, mas continuo me policiando. Cabe a você que está lendo esse texto pensar no que poderia fazer para termos um país melhor. Agora se você acha que pensar na sua fantasia de carnaval é o melhor que você tem a fazer, infelizmente eu não tenho mais nada para lhe dizer.


 

Anúncios

Tags:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: